Fórum das Letras 2010 se encerra com sucesso:


A sexta edição do Fórum das Letras foi um sucesso. Atingiu o público de 30 mil pessoas, 50% maior que do ano anterior. E todas as respostas foram positivas, dos convidados as mesas neste ano.

Iluminação do Cine Vila Rica - Fonte: Galeria de Fotos do site Fórum das Letras

O dia 15 terminou com o evento “Escrita, Liberdade e Transformação do Mundo” com o escritor moçambicano Mia Couto e com o escritor e professor Leonardo Boff , com a mediação da escritora Nazareth Soares da Fonseca.

A discussão se focou mais na questão ambiental levantada por Boff. De certo modo fazia parte da proposta da mesa, uma vez que – “transformação do mundo” – mas pecou em se limitar somente a essas discussões. O público com que tive contatou se queixou da ausência de comentários sobre as publicações de Mia Couto sobre a África por exemplo.

Eis algumas frases interessantes:

“ A Terra não precisa de nós” – Boff

“ Eu não quero consolar ninguém , quero angutia-los, a angustia que promove mudanças” – Boff

“ A ciência perdeu o costume de se auto-interrogar” – Mia Couto

“ A arte vem da necessidade de transpor, romper a prisão da identidade” – Mia Couto

Mia Couto elogia o evento por deixá-lo , apesar de tão longe , tão próximo de sua África.

Basicamente, Leonardo Boff defende o resgate da Razão sensível , que se preocupe não mais com um mundo industrializado, mas auto-sustentável da vida. E reforça que não há uma relação Ser humano e meio ambiente, mas sim somos todos parte da Biodiversidade.

Outra coisa interessante que ocorreu foi: O cônsul português em Belo Horizonte André Bandeira (que sempre fazia ótimas indagações), teve sua chance de comentário, mas ao saber que havia espaço apenas para mais um questionamento na mesa, ele cedeu seu espaço para um jovem garoto.

Por fim, ficou a ideia de que devemos repensar nosso modo de vida na terra, termos outra relação com nosso planeta.

E foi o último grande evento deste Fórum das Letras 2010.

Meu balanço é totalmente positivo. É meu primeiro Fórum das Letras e minha primeira cobertura de um evento cultural de grandes proporções. Tive a honra da conversa com grandes personalidades intelectuais e de opinião como Ferreira Gullar, João Ubaldo Ribeiro, Paulo Markun, Adélia Prado (um doce de pessoa, super simpática, vale ressaltar) entre outros jornalistas envolvidos no evento na sala de imprensa.

O Fórum tem uma coisa muito peculiar, e foi algo comentado por muitos convidados de mesa , que é o espaço de sociabilização. Não existe uma barreira entre convidados , escritores e plateia, estudantes e jornalistas chatos de Blog (que é onde me encontro). A maioria dos “palestrantes” estão ali, prontos para uma boa conversa, fotos, autógrafos ou comentários. Pessoalmente, não imaginava que houvesse um evento com esse grau de intimidade. Segundo Mia Couto, não precisava nem de um palco, para haver a mesa, o cine teatro Vila Rica, se eles ficassem ao chão junto com todos seria ainda melhor.

Enfim, se você tem como vir no ano que vem , ou deixou de ir neste ano por desinteresse, vá ao Fórum das Letras em Ouro Preto – MG. Que tem, muito facilmente como se consagrar o maior e melhor evento literário do país.

Anúncios

Sobre UnderlinePV

"Sei o que faço, Amo o que faço e faço bem" Paulo Victor Fanaia é Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto-MG
Esse post foi publicado em Matérias. Bookmark o link permanente.

Deixar um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s